CURRICULUM VITAE

 IDENTIFICAÇÃO English Version

Nome: Carlos Miguel de Oliveira Frescata

Data de Nascimento: 23 de Maio de 1961

Nacionalidade: portuguesa

Estado Civil: casado e com dois filhos, um casal de 17 e 18 anos.

Local Principal de Trabalho: BIOSANI 

Endereço electrónico:  frescata@biosani.com

Link em ResearchGate: www.researchgate.net/profile/Carlos_Frescata


Download (pdf)

ÍNDICE

HABILITAÇÕES ACADÉMICAS
 Habilitações Académicas

PUBLICAÇÕES
 Teses
 Livros
 Direcção de Revistas e Jornais
 Artigos, Comunicações e Relatórios

ACTIVIDADE PROFISSIONAL
 Actividade Profissional Geral
 Apresentação de Palestras
 Actividade de Formação Profissional
 Actividade Pedagógica em Estabelecimentos de Ensino

PARTICIPAÇÃO EM REUNIÕES CIENTÍFICAS
 Reuniões Científicas com Apresentação de Trabalhos
 Reuniões Científicas sem Apresentação de Trabalhos

ESTÁGIOS E CURSOS FREQUENTADOS
 Estágios e Cursos Frequentados

VISITAS DE ESTUDO
 Visitas de Estudo

OUTROS
 Actividade Associativa
 Países e Territórios Visitados
 Línguas
 Habilitações Académicas  

Doutoramento em Engenharia Agronómica, pelo Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, em 2001, com uma dissertação, realizada na Secção de Protecção Integrada, intitulada: “Limitação de Pragas em Agricultura Biológica: um Modelo Necessário”.
 
Componente Escolar do Mestrado em Protecção Integrada, no Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, em 1991/2.
 
Licenciatura em Engenharia Agrícola ramo de Extensão Rural, pela Universidade de Évora; concluiu a componente escolar em 1986, terminou e apresentou o TFC em 1989, o qual foi aprovado em Fevereiro de 1990.

 Teses  

Frescata, C. M. O. (2001) – Limitação de Pragas em Agricultura Biológica: um Modelo Necessário. Dissertação de Doutoramento em Engenharia Agronómica, Instituto Superior de Agronomia – Universidade Técnica de Lisboa, 265 pp.
 
Frescata, C. M. O.(1989) – Análise da Edição de uma Revista Sobre o Mundo Rural na Era Pós-Industrial. Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia Agrícola Ramo Extensão Rural, Universidade de Évora, 174 pp.
 

 Livros  

Frescata, C. (2008) - A China Obriga-nos a Mudar: uma chave para a eco-globalização. Esfera do Caos, Lisboa, 110 pp.   
                                 (http://www.esferadocaos.pt/catalogo_detalhe_novos_rumos58.html)
  
Frescata, C. (2007) (Ed.) - Green China 2007-2008. Biosani, Palmela, 204 pp. (http://book.greenchina.eu)
 
Frescata, C. (2004) – Limitação de Pragas Sem Luta Química. Publicações Europa-América, Mem Martins, 170 pp.

 Direcção de Revistas e Jornais  

VILLAGES – A Magazine for Europe. Lisboa, 1986 – 1988.

 ALTERNATIVA RURAL – Uma Revista de Estudantes da Universidade de Évora para um Meio Rural Equilibrado e Alternativo. Évora, 1984 – 1985.
 
SETÚBAL VERDE – Jornal Ecologista Regional. Setúbal, 1981.

 Artigos, Comunicações e Relatórios  

Silva, J. & Frescata, C. (2014) – Development of an innovative monitoring pheromone dispenser. IOBC-WPRS Bulletin 99: 149-151.
 
Couto, S., Frescata, C., & Mayor, T.S. (2014) – Assessment of delta traps performance by FEM-based approach. IOBC-WPRS Bulletin 99: 153-155.
 
Couto, S., Frescata, C., & Mayor, T.S. (2012) – Estudo numérico sobre a optimização da geometria de uma armadilha para monitorização de Cydia pomonella. XXIV Congresso Brasileiro de Entomologia, Sociedade Entomológica do Brasil, Curitiba, Brasil, Setembro 2012.
 
Frescata C. (2003) – Confusão sexual contra pragas em Portugal: superfícies, viabilidade e dificuldades. VI Encontro Nacional de Protecção Integrada, Castelo Branco, Maio 2003: 444-447.
 
Frescata, C. (2003) – Luta não química contra pragas em fruticultura biológica. I Colóquio Nacional de Horticultura Biológica, Coimbra, Maio 2003: 61-64.
 
Neves, M. & Frescata, C. (2001) – TUREX (Bacillus thuringiensis ssp. kurstaki x ssp. aizawai) for the control of Lobesia botrana third generation in Bairrada (Portugal). IOBC/WPRS Bulletin 24 (7): 109-112.
 
Frescata, C. (2000) - Combate à lagarta do tomate sem luta química. Frutas, Legumes e Flores, Odivelas, 53: 55.
 
Frescata, C. (2000) – Mating disruption pheromones release in Portugal. XXI International Congress of Entomology, Foz do Iguaçu, Brasil, Ag. 2000, Vol. I: 169.
 
Frescata, C. (2000) – Mating disruption situation in Portugal. 25th Anniversary Jubilee Meeting of the IOBC-WPRS Working Group “Use of Pheromones and Other Semiochemicals in Integrated Control”, Samos, Greece, September 25-29, 2000 (Abstracts): 25.
 
Frescata, C. (1999) - Confusão sexual contra o bichado: uma alternativa viável. Crisopa, Alcobaça, 12 (Série II): 3.
 
Frescata, C., Gomes, C., Aires, A., Oliveira, M. & Assunção, A. (1999) - Confusão sexual para limitação de Lobesia botrana. V Encontro Nacional de Protecção Integrada, Bragança, Out. 1999: 73-79.
 
Frescata, C., Gonçalves, M., Parente, P., Dias, L. & Bernardes, P. (1999) - Confusão sexual para limitação de Cydia pomonella em pomóideas. V Encontro Nacional de Protecção Integrada, Bragança, Out. 1999: 141-147.
 
Frescata, C. (1997) - Confusão sexual no combate ao bichado. Crisopa, Alcobaça, 1 (Série II): 6.
 
Frescata, C. (1996) - Arrábida: Mãe de vocações. In Carqueijeiro, E. (Ed.), O Desafio da Arrábida. Parque Natural da Arrábida - Instituto da Conservação da Natureza, Setúbal: 27-30.
 
Frescata, C. & Mexia, A. (1996) - Biological control of thrips (Thysanoptera) by Orius laevigatus (Heteroptera: Anthocoridae) in organically-grown strawberries. Biological Agriculture and Horticulture 13 (2): 141-148.
 
Fernandes, M.M., Frescata, C., Rosa, A., Marreiros, A., Martins, A.N. & Mexia, A. (1996) - Produção de morango em agricultura biológica no Algarve. O Algarve e o Campo, Faro, 4: 22-26.
 
Frescata, C., Fernandes, M.M., Rosa, A., Marreiros, A., Martins, A.N. & Mexia, A. (1995) - Ensaio de 1992/93 sobre produção de morango em agricultura biológica no Algarve. Anuário de Horticultura 1992/93 e 1993/94 , DRAAG / DIRP : 91-106.
 
Frescata, C. & Mexia, A. (1995) - Biological control of western flower thrips with Orius laevigatus (Heteroptera: Anthocoridae) in organic strawberries in Portugal. In Parker, B. L., Skinner, M. & Lewis, T. (Ed.), The 1993 International Conference on Thysanoptera, Vermont, Sept. 1993. Thrips Biology and Management, Plenum Press, New York: 249.
 
Frescata, C. & Mexia, A. (1995) - Cultura de cobertura para pomar e vinha. III Encontro Nacional de Protecção Integrada - Resumos, Lisboa, Dez. 1995: 45.
 
Frescata, C. & Mexia, A. (1995) - Limitação da traça-da-uva Lobesia botrana Den. & Schiff. (Lepidoptera: Tortricidae) em agricultura biológica. 3º Simpósio de Vitivinicultura do Alentejo, Évora, Maio 1995: 267-280.
 
Mexia, A., Frescata, C., Mateus, C., Figueiredo, E., Monteiro, J., Rodrigues, L., Godinho, M., Henriques, M., Duclos, J., Centeno, M.S.L. (1995) - Protecção integrada em culturas hortícolas protegidas. III Encontro Nacional de Protecção Integrada - Resumos, Lisboa, Dez. 1995: 31.
 
Mexia, A., Frescata, C., Mateus, C., Figueiredo, E., Rodrigues, L., Godinho, M. (1995) - Protecção integrada em culturas protegidas em Portugal: estado actual e perspectivas para o futuro. III Encontro Nacional de Protecção Integrada, Lisboa - Resumos, Dez. 1995: 25-26.
 
Frescata, C. (1994) - Aplicação da solarização do solo na agricultura biológica. In SPFF (Ed.), Simpósio Solarização do Solo, Oeiras, Jun. 1992. Revista Ciências Agrárias 17 (1-2): 141-143.
 
Frescata, C. (1994) - Montanhas da China: onde a diferença sobrevive. Forum Ambiente, Lisboa, 1: 36-41.
 
Frescata, C. (1994) - Plant protection in organic farming in China. First International Symposium on Organic Farming in China, Beijing Agricultural University, May 1994: :80-88.
 
Frescata, C., Fernandes, M.M., Rosa, A., Forra, R., Neto, E., Martins, A.N. & Mexia, A. (1994) - Ensaio preliminar de produção de morango em agricultura biológica no Algarve. Horticultura-Anuário 1990/91 e 1991/92 , DRAAG /DIRP : 61-79.
 
Frescata,C., Fernandes, M.M., Rosa, A., Marreiros, A., Martins, A.N. & Mexia, A. (1994) - Comparative study of strawberries in organic and conventional agriculture. 10th International Organic Agriculture IFOAM Conference, Lincoln University, Nova Zelândia, Dez. 1994: 68.
 
Frescata, C., Leitão, J. & Mexia, A. (1994) - Rearing of Orius laevigatus (Heteroptera: Anthocoridae) on cabbage (Brassica oleracea) infested with Myzus persicae (Hemiptera: Aphidae). IOBC/WPRS Bulletin 17 (5): 224-229.
 
Frescata, C. & Mexia, A. (1994) - Alguns aspectos sobre a luta biológica na China. In UTAD (Ed.), 2º Encontro Nacional de Protecção Integrada, Vila Real, Mar. 1993. Anais da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, 5 (1): 265-275.
 
Frescata, C. (1993) - A agricultura biológica e a crise. A Joaninha, Lisboa, 43: 13-14.
 
Frescata, C. & Mexia, A. (1993) - Evolução das populações de Orius laevigatus e Orius albidipennis largados em morangueiros infestados com Frankliniella occidentalis. 5º Congresso Ibérico de Entomologia, Lisboa, Nov. 1992: 481-490.
 
Frescata, C. (1992) - Estudo preliminar de luta biológica contra Frankliniella occidentalis, em morangueiro em agricultura biológica, com Orius laevigatus e Orius albidipennis. 7º Encontro Nacional de Agrobiologia, Barcelos, Mar. 1992: 84-97.
 
Frescata, C. (1992) - Função do Equisetum arvense e das Urtica dioica e Urtica urens como plantas auxiliares na protecção das culturas. I Encontro Nacional de Protecção Integrada, Évora, Jan. 1991: 240-245.
 
Frescata, C. (1991) - Projecto arroz biológico na Reserva Natural do Estuário do Sado. Correio da Natureza, Lisboa,10: 57-58.
 
Frescata, C. (1990) - Bio-Arrábida: uma cooperativa de agricultura biológica. A Joaninha, Lisboa, 30: 11.
 
Frescata, C. (1990) - Relatório final do projecto “Arroz biológico na Reserva Natural do Estuário do Sado” . Reserva Natural do Estuário do Sado, Setúbal, 49p.
 
Frescata, C. (1989) - Agricultura biológica e o Terceiro Mundo. Terra Solidária, Lisboa, 20: 5-8.
 
Frescata, C. (1989) - A PAC e a agricultura biológica. A Joaninha, Lisboa, 24: 11.
 
Frescata, C. (1989) - Banco de dados: um dinamizador instrumento de trabalho. A Joaninha, Lisboa, 25: 16.
 
Frescata, C. (1989) - Fosfatos naturais. A Joaninha, Lisboa, 28: 11.
 
Frescata, C. & Carqueijeiro, E. (1989) - Projecto Várzea: Setúbal ainda pode ser saudável. Actual, Setúbal, 5-11 Out.: 17-19.
 
Frescata, C. & Vieira, M. (1988) - Nova Aldeia. In Bernfeld, D. (Ed.),  Demonstration Projects of the European Campaign for the Countryside. Council of Europe, Strasbourg: 216-217.
 
Frescata, C. (1987) - Península de Setúbal: região determinada aumentará exportação. Expresso, Vinho Português, Lisboa, 12-19 Dez.: 5-7.
 
Frescata, C. (1987) - Portugal´s opportunity in a changing Europe. Ecovast, Namur, 1: 6.
 
Frescata, C. (1986) - Proposals for a new village in Portugal. 13º Congresso Europeu de Sociologia Rural, Braga, Abr. 1986: 102-103.
 
Frescata, C. (1983) - Kibbutz: viver um ideal. Diário de Notícias, Suplemento de Domingo, Lisboa, 6 Nov. 1983: 16-19.
 
Publicou outros trabalhos nas publicações periódicas que fundou: Villages (em 1986), Alternativa Rural (em 1984) e Setúbal Verde (em 1981).

 Actividade Profissional Geral  

Presidente do Conselho de Administração da empresa “Beijing Biosani Co. Ltd.”, sediada em Pequim, China, propriedade da empresa portuguesa BIOSANI, desde Julho de 1995.
 
Sócio-gerente da empresa BIOSANI - Agricultura Biológica e Protecção Integrada, Lda., desde Janeiro de 1994; BIOSANI, fundada em 1994, é uma empresa especializada em produtos e serviços para limitação de pragas segundo as normas de agricultura biológica.
 
Bolseiro da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica (mais tarde designada Fundação para a Ciência e Tecnologia), de Março de 1991 a Outubro de 1996, inicialmente para Mestrado em Protecção Integrada, no Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa, tendo havido uma conversão para Doutoramento, na mesma instituição, em Novembro de 1992.
 
Prestação de serviços na Reserva Natural do Estuário do Sado, como autor e responsável por um projecto de introdução da cultura do arroz em agricultura biológica, de Janeiro a Outubro de 1990.
 
Responsável pela instalação de um banco de dados sobre agricultura biológica, da sua autoria, no âmbito da AGROBIO - Associação Portuguesa de Agricultura Biológica, realizável através de um protocolo estabelecido entre esta associação o Ministério da Agricultura e a Secretaria de Estado do Ambiente, de Janeiro de 1989 a Dezembro de 1990.
 
Editor e director da revista Villages, uma publicação sobre a Europa rural, publicada pela empresa VILLAGES – Publicações, Lda. da qual foi sócio-gerente, editada em Inglês e Português e com colaboradores e distribuição em todo o território da União Europeia, de Junho de 1986 a Setembro de 1988.
 
Administrador, no activo, de CARZEMA - Sociedade Agrícola, Comercial e Industrial, S.A., de Fevereiro de 1986 a Novembro de 1988, na qual, para além das actividades inerentes à administração de uma sociedade anónima, concebeu e desenvolveu um projecto de engarrafamento dos seus vinhos e respectiva organização do marketing e colocação dos seus produtos no mercado nacional e britânico; paralelamente iniciou um processo de renovação no sector da produção vitivinícola desta empresa, realizando, nomeadamente, ensaios para viticultura biológica em colaboração com o ex-Centro Nacional para a Protecção da Produção Agrícola, actual Direcção-Geral de Protecção das Culturas..

 Apresentação de Palestras  

“Protecção contra Pragas em Agricultura Biológica”, na Escola Superior Agrária de Coimbra, Novembro de 2010.
 
“Confusão sexual no combate a pragas agrícolas”, na Escola Superior Agrária de Santarém, Junho de 2001.
 
“Confusão sexual contra a traça-da-uva: uma oportunidade para os vinhos de Palmela”, na Câmara Municipal de Palmela, Fevereiro de 2001.
 
“Confusão sexual contra Cydia pomonella”, na Associação para a Valorização Agrícola em Produção Integrada, Alcobaça, Janeiro de 2000.
 
“Produção integrada e produção biológica”, no Seminário “Valorização e Diversificação de Produtos Agrícolas de Qualidade Certificada”, organizado pelo Conselho Regional do Centro do Colégio de Engenharia Agronómica da Ordem dos Engenheiros e Associação Portuguesa de Economia Agrária, Porto de Mós, Outubro de 1998.
 
“Protecção da vinha em agricultura biológica”, na Estação Vitivinícola da Bairrada, Anadia, em Novembro de 1997.
 
“A utilização de feromonas na luta contra o bichado e a mosca-da-fruta”, no Centro Empresarial do Oeste, Caldas da Rainha, Outubro de 1995.
 
“The role of biological control in organic farming systems”, no Instituto de Luta Biológica da Academia Chinesa de Ciências Agrárias, Pequim (China), Maio de 1994.
 
“Perspectivas para a horticultura em agricultura biológica no Algarve, o caso do morango”, no Centro de Experimentação Horto-Frutícola, Direcção Regional de Agricultura do Algarve, Patacão, Julho de 1992.
 
“Propostas preliminares para o ordenamento da Várzea de Setúbal - Baixa de Palmela”, na Câmara Municipal de Setúbal, Setúbal, Julho de 1989.
 
“Retrospectiva da recuperação de um moinho de vento em Palmela”, na Câmara Municipal de Setúbal, Setúbal, Outubro de 1988.
 
“Um futuro para as quintas de Setúbal”, no Museu de Arqueologia e Etnografia de Setúbal, Setúbal,  Dezembro de 1984.

 Actividade de Formação Profissional  

Responsável técnico pelo Campo de Demonstração sobre Morango em Agricultura Biológica, localizado no concelho de Palmela, no âmbito das Medidas Agro-Ambientais, Reg. (CEE) nº 2078/92, com o nº 24/95, de Janeiro de 1996 a Dezembro de 1999
 
16 aulas sobre protecção e produção integradas, no Parque Natural da Arrábida, Setúbal, de 3 de Abril a 15 de Maio de 1995.

 Actividade Pedagógica em Estabelecimentos de Ensino  

Leccionou a aula de Introdução da disciplina de Agricultura Biológica dos Cursos de Mestrado e Pós-Graduação em Agricultura, Ambiente e Mercados e Horticultura, Fruticultura e Viticultura da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro em 14 de Abril de 1994,  6 de Abril de 1995 e 18 de Abril de 1996.
 
Docente das disciplinas do grupo de agro-pecuária na Escola Secundária da Camarinha, em Setúbal, de Setembro de 1990 a Fevereiro de 1991.

 Reuniões Científicas com Apresentação de Trabalhos  

Meeting of the IOBC-WPRS Working Group “Pheromones and Other Semiochemicals in Integrated Control”, Bursa, Turquia, 1-5 de Outubro de 2012.
 
XXIV Congresso Brasileiro de Entomologia, Sociedade Entomológica do Brasil, Curitiba, Brasil, 16-20 de Setembro de 2012.
 
25th Anniversary Jubilee Meeting of the IOBC-WPRS Working Group “Use of Pheromones and Other Semiochemicals in Integrated Control”, Samos, Grécia, 25-29 de Setembro de 2000.
 
XXI Congresso Internacional de Entomologia, Sociedade Entomológica do Brasil, EMBRAPA, Foz do Iguaçu, Brasil, 20 – 26 de Agosto de 2000.
 
V Encontro Nacional de Protecção Integrada, Escola Superior Agrária de Bragança, Bragança, 27 - 29 de Outubro de 1999.
 
III Encontro Nacional de Protecção Integrada, UTL - Instituto Superior de Agronomia, Lisboa, 18 e 19 de Dezembro de 1995.
 
3º Simpósio de Vitivinicultura do Alentejo, ATEVA, CCRA, Évora, 17 - 19 de Maio de 1995.
 
10th International Organic Agriculture IFOAM Conference, IFOAM, Lincoln University, Nova Zelândia, 11 - 16  de Dezembro de 1994.
 
Meeting of the Working Group IPM in Protected Crops, Mediterranean Climate, IOBC-WPRS / ISA / SPFF, Lisboa, 21 - 23 de Setembro de 1994.
 
First International Symposium on Organic Farming in China, Universidade Agrícola de Pequim, 4 - 10 de Maio de 1994.
 
1º Colóquio Nacional de Produção de Morango, APH / ISA, Escola Superior Agrária de Santarém, 28 - 29 de Abril de 1994.
 
The 1993 International Conference on Thysanoptera, Vermont University, EUA, 28-30 de Setembro de 1993.
 
II Encontro Nacional de Protecção Integrada, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, 4 e 5 de Março de 1993.
 
5º Congresso Ibérico de Entomologia, Spen, Lisboa, 9 - 13 de Novembro de 1992. 
 
Simpósio de Solarização do Solo, SPFF, Estação Agronómica Nacional, Oeiras, 1-2 de Junho de 1992.
 
7º Encontro Nacional de Agrobiologia, Agrobio, Barcelos, 27-29 de Março de 1992.
 
I Encontro Nacional de Protecção Integrada, Universidade de Évora, 10 - 12 de Janeiro de 1991.
 
5º Encontro Nacional de Agrobiologia, Agrobio, Biblioteca Nacional, Lisboa, 23-24 de Março de 1990.
 
3ª Semana de Extensão Rural, Universidade de Évora, 16-17 de Março de 1990.
 
2ª Conferência do ECOVAST - European Council for the Village and Small Town,   Parlamento Europeu, Estrasburgo (França), 14-15  de Novembro de 1986.
 
13º Congresso da Sociedade Europeia de Sociologia Rural, Universidade do Minho, Braga, 1 - 4 de Abril de 1986.

 Reuniões Científicas sem Apresentação de Trabalhos  

Meeting of the IOBC-WPRS Working Group “Pheromones and Other Semiochemicals in Integrated Control”, Baselga di Piné, Itália, 26-30 de Setembro de 2004.
 
Meeting of the IOBC-WPRS Working Group “Pheromones and Other Semiochemicals in Integrated Control”, Erice, Itália, 22-27 de Setembro de 2002.
 
International Seminar on Ecological Agriculture and Sustainable Development, China Association of Agricultural Science Societies, Beijing, 6-8 de Novembro de 2001.
 
I Colóquio Nacional da Produção de Morango e Outros Pequenos Frutos, Estação Agronómica Nacional, Oeiras, 5 e 6 de Maio de 2000.
 
Pheromone Seminar, Shin-Etsu Chemical Co. Ltd., Izu, Japão, 11-16 de Outubro de 1999.
 
I Simpósio Nacional de Olivicultura, Escola Superior Agrária de Bragança, Bragança, 16-18 de Setembro de 1998.
 
IV Encontro Nacional de Protecção Integrada, Universidade dos Açores, Angra do Heroísmo, 3 e 4 de Outubro de 1997.
 
II International Open Meeting Working Group Fruit Fly of Economic Importance, IOBC/WPRS, Lisboa, 22 e 23 de Setembro de 1997.
 
XIX Conference of the International Working Group on Ostrinia and other maize pests, IWGO/IOBC, Guimarães, 1 e 2 de Setembro de 1997.
 
Conferência Internacional “Transferts de Technologie en Lutte Biologique: de la Recherche à la Pratique”, Organization Internationale de Lutte Biologique, Montpellier, França, 9-11 de Setembro de 1996.
 
Forum “Os Desafios da Internacionalização”, AIP, Lisboa, 22-23 de Março de 1995.
 
9º Encontro Nacional de Agrobiologia, Agrobio, Lisboa, 15 de Setembro de 1994.
 
8º Encontro Nacional de Agrobiologia, Agrobio, Lisboa, 27-29 de Junho de 1993.
 
Colóquio de Produção Integrada em Pomóideas, APH, SPFF, Lisboa, 13-14 de Maio de 1993.
 
I Congresso de Citricultura, SPFF/CMS/DRAAI, Silves, 20-22 de Janeiro de 1993.
 
3º Simpósio Internacional sobre Protecção Integrada de Pragas em Hortícolas, Pomóideas e Citrinos, Phytoma - España, Valência, Espanha, 9 - 11 de Junho de 1992.
 
II Simpósio da Vitivinicultura do Alentejo, ATEVA, Univ. Évora, 6-8 de Maio de 1992.
 
Simpósio de Protecção Integrada em Macieira e Pereira, SPFF, Lisboa, 19-20 de Dezembro de 1991.
 
Encontro de Especialistas sobre Protecção Integrada em Culturas Protegidas na Região Mediterrânica, OILB/SROP, Alássio, Itália, 29 de Setembro a 2 de Outubro de 1991.
 
Simpósio de Auxiliares e Produtos Fitofarmacêuticos, SPFF, Est. Agron. Nacional, Oeiras, 9-10 de Maio de 1991.
 
8th International Organic Agriculture IFOAM Conference, IFOAM, Budapeste, Hungria, 27 - 30 de Agosto de 1990.
 
Colóquio Internacional de Protecção Integrada em Pomares de Pereira, OILB, INIA, Alcobaça, 12-15 de Setembro de 1989.
 
Encontro de Encerramento da Campanha Europeia para o Mundo Rural, Conselho da Europa, Lübeck, República Federal da Alemanha, 10 - 16 de Outubro de 1988.
 
"Rencontres Internationales de Toulouse / Agriculture et Environment / Politique Agricole Commune, Régions Défavorisées et Protection de la Nature", GREP, Toulouse, França, 16 - 18 de Outubro de 1986.
 
Simpósio "The New Economic Agenda: a sharing of perspectives”", Fundação Findhorn, Forres, Escócia, 13 - 20 de Outubro de 1984.

 Estágios e Cursos Frequentados  

Curso “Feromonas para Confusão Sexual”, organizado por SHIN-ETSU e CBC, em Milão, Itália, de 10 a 12 de Dezembro de 2001.

Estágio nos Departamentos de Agricultura Ecológica e de Entomologia da Universidade Agrícola de Wageningen, na Holanda, com realização de um ensaio experimental sobre luta biológica com Orius laevigatus e Orius albidipennis contra Frankliniella occidentalis em morangueiro, de 5 de Novembro de 1991 a 28 Fevereiro de 1992.

Curso "Controlo da Produção Vegetal em Agricultura Biológica" organizado pela Association des Conseillers Independents en Agriculture Biologique, em Avignon, França, de 18 a 24 de Janeiro de 1989.
 
Estágio no Departamento de Extensão Rural da Gandhigram Rural University, em Madurai, Índia, participando em acções de extensão rural nas aldeias locais, em 1983.
 
Estágio em dois kibbutzim - Ashdot Ya’aqov Meouhad e Netiv Halamed Hé - em Israel, como colaborador, em 1982.
 
Frequência dos primeiros anos dos cursos de Agronomia da Faculté des Sciences Agronomiques de l´Etat/Gembloux e da Université Catholique de Louvain-la-Neuve, na Bélgica, no ano lectivo de 1979/80.
 
Curso de Educação Ambiental, para representantes nacionais de associações de juventude no domínio da conservação da natureza, organizado pelo Conselho da Europa e pela associação holandesa Natuurmonumenten, em Maastricht, Holanda, de 20 de Agosto a 5 de Setembro de 1978.

 Visitas de Estudo  

EPAGRI – Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina S.A., Santa Catarina (Brasil), em Agosto de 2000.
 
Bio-Integral Resource Center, Berkeley, California (E.U.A.), em Junho de 1996.
 
Lodi Woodbridge Winegrape Commission, California (E.U.A.), em Junho de 1996.
 
College of  Natural Resources, University of California, Berkeley (E.U.A.), em Junho de 1996.
 
University of California Sustainable Agriculture Research and Education Program, University of California, Davis (E.U.A.), em Junho de 1996.
 
BIOFACH’96, Feira Internacional de Agricultura Biológica (Alemanha), em Março de 1996, em Fevereiro de 1997, em Fevereiro de 2004.
 
Instituto de Ciências Ambientais de Changsha (China), em Maio de 1994.
 
Centro para o Desenvolvimento Agrícola Integrado da Universidade Agrícola de Pequim (China), em Maio de 1994.
 
International Federation of Organic Agriculture Movements (Alemanha), em Novembro de 1993.
 
AGRECOL - Centro de Informação e Intercâmbio para a Agricultura Ecológica em África e América Latina (Suíça), em Novembro de 1993.
 
BIOLAB - Sistemi di Lotta Biologica e Integrata (Itália), em Novembro de 1993.
 
Station de Zoologie et Lutte Biologique de Antibes - INRA (França), em Novembro de 1993.
 
Departamento de Entomologia da Universidade Agrícola de Pequim (China), em Novembro de 1992.
 
Instituto de Luta Biológica da Academia Chinesa de Ciências Agrárias (China), em Novembro de 1992, em Maio de 1994 e Abril de 1996.
 
Instituto de Entomologia de Guangdong (China), em Outubro de 1992 e em Novembro de 1996.
 
Universidade Agrícola do Sul da China (China), em Outubro de 1992.
 
CIVAM BIO de Languedoc-Roussillon (França), em Agosto de 1989.
 
Insectário de Ksiri (Marrocos), em Junho de 1989.
 
Comissão das Comunidades Europeias (Bélgica), em Julho de 1985.
 
Conselho da Europa (França), em Outubro de 1984 e em Maio de 1987.
 
Departamentos de desenvolvimento rural e de habitat humano da UNESCO (França), em Outubro de 1984.
 
Alternative Technology Centre (Reino Unido), em Setembro de 1984.
 
Intermediate Technology Development Group (Reino Unido), em Setembro de 1984.
 
The Jacob Blaustein Institute for Desert Research, Ben-Gurion University of the Negev  (Israel), em Setembro de 1982.
 
Agricultural Research Organization - Volcani Center (Israel), em Agosto de 1982.

 Actividade Associativa  

Membro da Direcção do Observatório da China - Associação para a Investigação Multidisciplinar em Estudos Chineses, de 2009 a 2011 e do Conselho Fiscal desde 2011 (www.observatoriodachina.org).
 
Fundador e sócio nº 1 da VIVER TRÓIA - Associação de Proprietários para a Qualidade Urbana e Ambiental de Tróia, em 2002/03 (www.vivertroia.com).
 
Responsável pela fundação da BIO-ARRÁBIDA - Cooperativa Regional de Agricultura Biológica, CRL, em 1990.
 
Director do ECOVAST - European Council for the Village and Small Town, de 1986 a 1988, uma associação pan-europeia para o mundo rural, com estatuto de observador junto do Conselho da Europa (www.ecovast.org).
 
Sócio fundador, nº 13,  da AGROBIO - Associação Portuguesa de Agricultura Biológica, em 1985 (www.agrobio.pt).
 
Responsável pela fundação da associação cultural Movimento Feira do Estudante, em Évora em 1983.
 
Director da Associação de Estudantes da Universidade de Évora, em 1981/82, responsável pelo departamento cultural.
 
Responsável pela fundação de SETÚBAL VERDE – Jornal Ecologista Regional, em 1981.
 
Participação nas observações de aves para o Atlas das Aves que Nidificam em Portugal Continental, editado pelo Centro de Estudos de Migrações e Protecção de Aves / Secretaria de Estado do Ambiente e dos Recursos Naturais, de 1978 a 1979.
 
Membro da Comissão Instaladora do Parque Natural da Arrábida, de 1977 a 1979.
 
Responsável pela Campanha para a Criação de uma Reserva Natural no Estuário do Sado, de 1977 a 1980.
 
Responsável pela fundação do Centro Juvenil de Setúbal da Liga para a Protecção da Natureza, em 1977.
 
Responsável pela fundação do Núcleo de Protecção da Natureza no Liceu Nacional de Setúbal, em 1976.
 
Membro do Corpo Nacional de Escutas, de 1970 a 1975, participando desde 1973 na fundação da Divisão de Protecção da Natureza.

 Países e Territórios Visitados  

Angola, Alemanha, Andorra, Áustria, Bélgica, Brasil, China, Croácia, Dinamarca, Espanha, Estónia, EUA,  Finlândia, França,  Gibraltar, Goa, Grã-Bretanha, Grécia, Holanda, Hong Kong, Hungria, Índia, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Lienchtenstein, Luxemburgo, Macau, Malta, Marrocos, Mónaco, Nova Zelândia, República Checa, Rússia, San Marino, Suécia, Suíça, Tunísia, Turquia e Vaticano.

 Línguas  

Inglês - conversação, leitura e escrita; Francês - conversação, leitura e escrita; e Castelhano - conversação e leitura